Area for customer | login: password:

05.12.2007

Fund from the USA will construct ethanol and biodiesel plants in Brazil


SÃO PAULO, (Reuters) – The North American investment fund Comanche Clean Energy announced this Monday that they plan to invest 300 million dollars in the construction of two biofuel plants in Maranhão State.

One of the units will produce up to 300 million liters of ethanol a year by grinding 4 million tons of sugar cane. The second unit will process various oleaginous plants to product 100 million liters of biodiesel a year.

The plants should start operating in 2010, Comanche informed in a communiqué. Both will be built near Balsas, which is in a large grain producing region in the State.

The fund, besides these new projects, has already spent 150 million dollars this year to purchase two ethanol plants in the state of São Paulo, as well as a biodiesel plant in Bahia State.

The company is based in the Cayman Islands and was founded in 2006 to invest in the production of clean fuels in Brazil for domestic consumption and for exportation.


FUNDO DOS EUA CONSTRUIRÁ USINAS DE ALCOOL E BIODIESEL NO BRASIL

SÃO PAULO,(Reuters) - O fundo norte-americano de investimentos Comanche Clean Energy anunciou nesta segunda-feira que planeja investir 300 milhões de dólares para construir duas usinas de biocombustíveis no Maranhão.

Uma das unidades vai produzir até 300 milhões de litros de etanol por ano, com moagem de 4 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. A segunda vai processar várias oleagionosas para produzir 100 milhões de litros de biodiesel por ano.

As plantas devem começar a operar em 2010, informou a Comanche em um comunicado. Ambas serão construídas próximas a Balsas, em uma grande região produtora de grãos no Estado.

O fundo, além dos novos projetos, já gastou 150 milhões de dólares neste ano para comprar duas usinas de etanol no Estado de São Paulo e uma fábrica de biodiesel na Bahia.

Baseada nas Ilhas Cayman, a companhia foi fundada em 2006 para investir na produção de combustíveis limpos no Brasil para consumo doméstico e exportação.

REUTERS